Loja Consciência e Trabalho de Cascavel Presta Homenagem ao Construtor do Templo (Demo)

Foi realizada no dia 10 de Novembro de 2016, Sessão Solene na Loja Consciência e Trabalho Nº 102 no Oriente de Cascavel, quando foi concedido o nome do Templo ao Irmão Celso Luiz Borges, que passou ao Oriente Eterno e deixou muitas saudades.

Uma justa e merecida homenagem a um profissional honrado e pai de família devotado, conforme depoimentos emocionados do Sereníssimo Grão Mestre Irmão Valdemar Kretschmer, seu colega de caserna na Polícia Militar do Paraná, e do Past Venerável da Loja Consciência e Trabalho N. 102, Irmão Paulo Roberto Orso, falando em nome dos obreiros da loja cascavelense. O saudoso Irmão Borges foi o grande mestre de Obras na edificação da Loja e por extensão a do Templo em si.

A homenagem contou com a participação dos Delegados do Grão Mestre para o 16º Distrito, Irmão Rogério Fonseca Vituri, e do 17º Distrito, Irmão Victor de Souza, do Grande Mestre de Cerimônia da GLP Irmão Celso José Mello, além de uma comitiva de dez Irmãos da Loja Consciência e Trabalho II n. Nº 103, do Oriente de Céu Azul, presidida pelo Venerável Mestre Irmão Aparecido Bondenzan.

Por deferência do Sereníssimo Grão Mestre Irmão Valdemar, o ato foi conduzido pelo Venerável Mestre Éder Dudczak nas presenças especiais da cunhada Judite Borges e do sobrinho Leonardo Borges, que representaram os sobrinhos Mariana e Christopher, residentes em Curitiba e Alta Floresta, respectivamente.

Ao final, houve o descerramento da placa do Templo Irmão Celso Luiz Borges, sessão de fotos e jantar de confraternização.

A cerimônia aberta foi antecedida de uma brilhante palestra do Sereníssimo Grão Mestre  sobre Filosofia Maçônica, durante a sessão econômica em grau de Aprendiz Maçom.

O MESTRE DE OBRAS: Celso Luiz Borges-

Natural de Abelardo Luz (SC), onde nasceu em 8 de maio de 1960, Irmão Borges, abraçou a carreira de Policial Militar no Estado do Paraná em 1981. Ao longo de 35 bem sucedidos anos, chegou ao posto máximo de Coronel, tendo sido comandante do 6o. Batalhão de Polícia Militar e do 5º Comando Regional da PM, ambos com sede em Cascavel. Nesse tempo, também se graduou em Direito e pós graduou-se em Direito Penal e Processo Penal. Recebeu títulos de Cidadão Honorário de Quedas do Iguaçu (2003) e de Cascavel (2007), onde encerrou a carreira em 2013.

Sua vida maçônica começou em 05.08.2006, quando recebeu a Verdadeira Luz na Loja Consciência e Trabalho Nº 102, sendo na sequência Elevado a Companheiro em 12.06.2008 e Exaltado Mestre Maçom em 29.10.2009. Foi diretor da Fundação Consciência e Trabalho,

[dmalbum path=”/wp-content/uploads/dm-albums/Lj.CeTrab.Homg.10.11.16/”/]

Deixe seu comentário